Visite nossa nova loja virtual

Aproveite e faça já seu pedido

Suplementos de cálcio aumentam risco de infarto

Suplementos de cálcio aumentam em 86% o risco de infarto e devem ser usados "com precaução", segundo um relatório publicado nesta quarta-feira no "British Medical Journal". Uma alimentação rica em cálcio não significa "nenhum benefício cardiovascular significativo, já os suplementos de cálcio podem aumentar o risco de um ataque do coração e devem ser tomados com precaução", alertou em seu artigo a pesquisadora Sabine Rohrmann, da Universidade de Zurique, na Suíça

Os suplementos de cálcio, que costumam ser recomendados para prevenir a osteoporose em idosos e mulheres na menopausa, também aumentam o risco de apoplexias e de mortes causadas por problemas coronarianos. O estudo foi feito realizado em Heidelberg, Alemanha, com 24 mil pessoas entre 35 e 64 anos.

Durante onze anos, os pesquisadores contabilizaram 354 infartos, 260 apoplexias e 267 mortes por estas doenças. O risco de sofrer um infarto foi 86% maior entre pessoas que consumiam suplementos de cálcio regularmente.

Além disso, os participantes que tomaram mais de 1.100 miligramas diárias de cálcio não experimentaram nenhum benefício para sua saúde cardíaca e seu risco de infarto foi 31% maior em relação aos que ingeriram uma quantidade moderada, de 820 miligramas.

Os especialistas indicaram que o cálcio procedente de uma dieta equilibrada é ingerido em pequenas quantidades ao longo do dia, o que facilita sua absorção pelo organismo, enquanto os suplementos provocam aumentos bruscos dos níveis do elemento no sangue.

O pesquisador Ian Reid, da Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, afirmou na revista que o cálcio deveria voltar a ser um mineral presente numa "dieta equilibrada e não uma panaceia barata para o problema universal da osteoporose na menopausa".

Distribuidor

Trabalhe conosco!